Resenha para crianças

contos de enganar a morte

Vamos conhecer os Contos de enganar a morte?

Ricardo Azevedo é um grande pesquisador da nossa cultura. E a nossa cultura tem muita história legal! Neste livro, ele conta histórias de pessoas que tentaram enganar a morte, mas ela, a famigerada, é difícil de enganar!

Mais sobre a leitura dos Contos de enganar a morte

Adoro o Ricardo Azevedo. Ele é um baita pesquisador da nossa cultura popular e um baita contador de “causo”, seus livros são a maior diversão! E, sim, ele consegue fazer a gente dar risada da morte.

Todos os “Contos de Enganar a Morte” trazem um herói tentando fugir da tal da morte, afinal de contas ninguém quer morrer, apesar de esta ser a nossa única certeza na vida. E como é trazer esses assuntos para as crianças? Eu não tenho problema nenhum com isso e Ricardo Azevedo fala lindamente sobre o tema: “é preciso deixar claro, falar sobre a morte com as crianças não significa entrar em altas especulações ideológicas, abstratas e metafísicas. Nem em detalhes assustadores e macabros. Refiro-me a simplesmente colocar o assunto em pauta. Que ele esteja presente, através dos textos e imagens, simbolicamente, na vida da criança. Que não seja jamais ignorado. Isso nada tem a ver com depressão, morbidez ou falta de esperança. Ao contrário, a morte pode ser vista, e é isso o que ela é, como uma referência concreta e fundamental para a construção do significado da vida”. 😉

Explore a tag #lomRicardoAzevedo e conheça outros livros do autor!

clique na imagem abaixo e compre o livro direto na Amazon pelo nosso link!

Venha conosco!

Você gosta de histórias, certo? Venha escutar as mais de 40 histórias para ler o mundo que temos na plataforma gratuitamente!

Publicado por:Bruna Cardoso e Paula Strano

Somos Bruna Cardoso e Paula Strano, as idealizadoras do Ler o Mundo. Como educadoras especialistas em alfabetização, já acompanhamos o processo de aprendizagem da leitura e da escrita de muitas crianças e sabemos o quanto a família e a escola são importantes nessa fase. Por isso, pensamos que uma boa maneira de ajudar mães, pais e educadores seria criar uma plataforma que traz tudo o que eles precisam saber: como funciona esse processo na vida das crianças, com dicas de atividades e um pouco da teoria que nos fundamenta. Nossa experiência como professoras está presente em cada palavra, assim como nossas trajetórias de vida, pois Bruna é também psicopedagoga e mãe de Helena (10 anos), Cecília e Matteo (7 anos), e Paula é especialista em produção de texto e escritora de literatura infantil.

O que você achou do conteúdo? Comete aqui!