Resenha para crianças

Livro Mangas e bananas

Vamos conhecer o livro Mangas e bananas?

O cervo-rato Kanchil e o macaco Monyet são grandes amigos! Brincam tanto na floresta que decidem plantar lá uma bananeira e uma Mangueira, assim poderiam matar a fome a qualquer momento. O problema é que o macaco é o único que consegue subir nas árvores e fica responsável por colher as frutas para os dois comerem. Mas ele não resiste e começa a comer tudo lá em cima mesmo, apoiado nos galhos. Kanchil precisava fazer alguma coisa, se não ficaria sem suas frutas…

Mais sobre a leitura

Hoje lemos “Mangas e Bananas”, um conto de esperteza (as crianças aqui adoram), de Nathan Kumar Scott super bacana protagonizado pelo cervo-rato Kanchil, personagem popular do folclore da Malásia e da Indonésia. Na indonésia as histórias de Kanchil se transformam em teatros de sombra, deve ser lindo!

Eu simplesmente me encantei com as ilustrações de T. Balaji, que é mestre do Kalamkari, estilo de arte têxtil indiana que significa caligrafia. É uma pintura manual em um tecido especialmente preparado, que surgiu na Índia e retratava mitos e heróis, decorando templos. No fim do livro existe até um tutorial, você pode até tentar fazer, o passo a passo é simples, basta ter paciência para os detalhes! 

Para conhecer mais livros como este explore a tag #lomcontosdomundo

  • Mangas e bananas, de Nathan Kumar Scott, ilustrado por T. Balaji, Editora SM

Clique na imagem abaixo caso queira comprar o livro Mangas e bananas:

Venha conhecer a plataforma Ler o Mundo, lá temos várias histórias em áudio e texto gratuitas!

Publicado por:Ler o Mundo

Ler o Mundo é projeto que, por meio de diferentes ações, busca explorar as linguagens que estão presentes nas inúmeras maneiras de ler o mundo. O conteúdo da Plataforma Ler o Mundo, por exemplo, é para professores e famílias que querem formar leitores e educar para o futuro. Formamos educadores para as demandas do mundo atual. Somos uma comunidade que acredita que é possível educar de maneira diferente, tendo como pano de fundo, sempre, a leitura de mundo.

O que você achou do conteúdo? Comete aqui!