“Ora, pílulas!”, de Tatiana Belinky com ilustrações de Veridiana Scaparelli (Editora 34), é daqueles livros que trazem um enxurrada de perguntas e reflexões ao longo da leitura. 

Isso acontece por conta da complexidade e da riqueza do texto, tanto o escrito quanto as ilustrações. 

Sei que muita gente foge da leitura de poesia exatamente por isso, como se fosse preciso trazer uma interpretação, como se a compreensão do texto tivesse que ser fechada. E o que a poesia traz é exatamente o contrário, ler poesia significa abertura. Abertura do pensamento, abertura para as trocas e ampliação de ideias. Abertura para os silêncios também. 

Assim foi a leitura deste livro lindo, confiram no vídeo inteiro, os detalhes da leitura, as conversas. Nossa ideia é que o vídeo seja inspiração para que a poesia entre e cresça nas leituras compartilhadas!

Publicado por:Ler o Mundo

Ler o Mundo é projeto que, por meio de diferentes ações, busca explorar as linguagens que estão presentes nas inúmeras maneiras de ler o mundo. O conteúdo da Plataforma Ler o Mundo, por exemplo, é para professores e famílias que querem formar leitores e educar para o futuro. Formamos educadores para as demandas do mundo atual. Somos uma comunidade que acredita que é possível educar de maneira diferente, tendo como pano de fundo, sempre, a leitura de mundo.

O que você achou do conteúdo? Comete aqui!