“Ora, pílulas!”, de Tatiana Belinky com ilustrações de Veridiana Scaparelli (Editora 34), é daqueles livros que trazem um enxurrada de perguntas e reflexões ao longo da leitura. 

Isso acontece por conta da complexidade e da riqueza do texto, tanto o escrito quanto as ilustrações. 

Sei que muita gente foge da leitura de poesia exatamente por isso, como se fosse preciso trazer uma interpretação, como se a compreensão do texto tivesse que ser fechada. E o que a poesia traz é exatamente o contrário, ler poesia significa abertura. Abertura do pensamento, abertura para as trocas e ampliação de ideias. Abertura para os silêncios também. 

Assim foi a leitura deste livro lindo, confiram no vídeo inteiro, os detalhes da leitura, as conversas. Nossa ideia é que o vídeo seja inspiração para que a poesia entre e cresça nas leituras compartilhadas!

Posted by:blogleromundo

Somos especialistas em alfabetização e pedagogas. A Bruna também é psicopedagoga e a Paula é escritora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s