A volta às aulas é um assunto que causa diferentes sentimentos e reações entre as pessoas. Há quem queira esse momento desesperadamente, há quem morra de medo e há quem tenha as duas sensações ao mesmo tempo!

De fato, a escola, os amigos, os professores, a mudança de ambiente e as atividades fazem falta para as crianças. Mas ainda temos um vírus muito perigoso circulando por aí. 

Neste momento em que a volta, quando possível, ainda é opcional, cabe a cada família analisar seu contexto, para poder tomar a melhor decisão.

Apesar dos desafios que a pandemia trouxe e da ausência da escola presencial, não podemos esquecer que é um direito de todas as crianças seguirem se desenvolvendo cognitivamente, com bem-estar emocional.

E é super possível ajudar as crianças no seu desenvolvimento estando em casa, principalmente com a perspectiva de uma volta gradual e a possibilidade de uma segunda onda de contaminação.

A pandemia trouxe uma reflexão importante: o envolvimento das famílias na educação das crianças!  Além de ser mais necessário do que nunca, será um dos melhores legados desse período.

Quer saber como participar mais ativamente da educação do seu filho? 

A plataforma Ler o Mundo possui um curso para mães, pais e responsáveis pelos pequenos, com muitas reflexões e atividades práticas!

Publicado por:blogleromundo

Somos Bruna Cardoso e Paula Strano, as idealizadoras do Ler o Mundo. Como educadoras especialistas em alfabetização, já acompanhamos o processo de aprendizagem da leitura e da escrita de muitas crianças e sabemos o quanto a família e a escola são importantes nessa fase. Por isso, pensamos que uma boa maneira de ajudar mães, pais e educadores seria criar uma plataforma que traz tudo o que eles precisam saber: como funciona esse processo na vida das crianças, com dicas de atividades e um pouco da teoria que nos fundamenta. Nossa experiência como professoras está presente em cada palavra, assim como nossas trajetórias de vida, pois Bruna é também psicopedagoga e mãe de Helena (10 anos), Cecília e Matteo (7 anos), e Paula é especialista em produção de texto e escritora de literatura infantil.

Deixe uma resposta