4 dicas para organizar férias divertidas na Pandemia sem precisar viajar!

Muita gente este ano vai passar as férias em casa, por conta da pandemia. Mas isso não é um impedimento para a diversão dos pequenos!

Veja nossas dicas para passar férias na Pandemia gostosas em casa:

férias na pandemia

1. Cozinhe junto com as crianças

Criança na cozinha (tomando todos os cuidados) é sinônimo de diversão e aprendizagem! Bolos, biscoitos, tortas, pães… os pequenos vão adorar! Além de aprender sobre transformação, a culinária traz matemática (nas quantidades) e leitura (nas receitas).

O curso para pais Experiência Ler o Mundo possui um módulo só sobre isso, com orientações, reflexões e atividades práticas! Conheça!

2. Saia para passear

Saia para passear com as crianças ao ar livre, na natureza, em praças e parques. Temos que tomar muitos cuidados com a Pandemia que ainda não acabou, mas as crianças, e adultos, precisam manter a saúde física e mental. Sair de casa tomando os cuidados necessários e respeitando os protocolos é fundamental. Os pediatras têm feito essa recomendação.

3. Brincadeiras diferentes

Crie circuitos e brincadeiras diferentes, que mexem o corpo, dentro de casa. Uma dica é a amarelinha africana. Quer saber como fazer? Assista ao tutorial deste post do @ler_o_mundo

4. Criatividade sem telas

Estipule um tempo (grande) do dia sem telas e deixe as crianças livres para escolherem o que fazer. Aprender a lidar com o tédio é muito importante, é nesse momento que brota a criatividade.

Publicado por:Bruna Cardoso e Paula Strano

Somos Bruna Cardoso e Paula Strano, as idealizadoras do Ler o Mundo. Como educadoras especialistas em alfabetização, já acompanhamos o processo de aprendizagem da leitura e da escrita de muitas crianças e sabemos o quanto a família e a escola são importantes nessa fase. Por isso, pensamos que uma boa maneira de ajudar mães, pais e educadores seria criar uma plataforma que traz tudo o que eles precisam saber: como funciona esse processo na vida das crianças, com dicas de atividades e um pouco da teoria que nos fundamenta. Nossa experiência como professoras está presente em cada palavra, assim como nossas trajetórias de vida, pois Bruna é também psicopedagoga e mãe de Helena (10 anos), Cecília e Matteo (7 anos), e Paula é especialista em produção de texto e escritora de literatura infantil.

O que você achou do conteúdo? Comete aqui!