Aprimore sua escrita de maneira reflexiva e com ferramentas práticas

Se você é professor ou professora e precisa comunicar às famílias sobre o desenvolvimento das crianças, já deve ter parado para pensar muitas vezes em como é a melhor maneia de fazer isso, não é? 

O relatório de avaliação é um documento e, portanto, tem que ser levado muito a sério! 

E não dá para falar sobre o texto do relatório sem falar antes da avaliação feita na escola, pois isso tudo deve fazer parte de um único processo. 

No curso, Bruna e Paula trazem a reflexão sobre os tipos de avaliação e depois falam de um texto que está inserido num processo de avaliação formativa. E esse texto pode (e deve) ser bem gostoso de ler. 

Relatórios escolares

O que você irá aprender no curso Relatórios escolares:

O curso online para professores “Relatórios escolares: uma reflexão sobre concepções de avaliação e o texto escrito” é composto por 2 módulos, que conectam a teoria e a prática que estão por trás da escrita do relatórios escolares

Módulo 1

No primeiro módulo do curso, Bruna propõe uma reflexão teórica sobre a avaliação, pensando em diferentes concepções e em como acontecem na escola. Ela apresenta o conceito de Avaliação Formativa, que vai nortear o curso, trazendo à tona as concepções de ensino e aprendizagem que estão por trás das escolhas feitas durante todo o processo de avaliação. 

1Para começar a pensar sobre as concepções de avaliação, Bruna traz uma série de imagens e trechos para fazermos uma reflexão. Então, apresenta o conceito de Avaliação Formativa, evidenciando seu papel na Educação Inovadora e na formação dos alunos do século XXI.
2Qual é o papel dos relatórios escolares na Avaliação Formativa? A partir desta questão, Bruna traz pontos importantes de concepções teóricas que respaldam a reflexão sobre os instrumentos de avaliação e como eles são parte importante do processo de ensino e aprendizagem.
3O que é, na prática, uma Avaliação Formativa? Esta é uma pergunta que costuma deixar professoras e professores muito confusos, mas a resposta não é tão complicada como parece e é sobre isso que Bruna fala nesta aula, trazendo um conceito novo e muito importante: a regulação das aprendizagens.
4Esta aula é dedicada à reflexão sobre a regulação das aprendizagens, que pode acontecer de diferentes maneiras pensando no planejamento, na didática, na comunicação, nas intervenções e em toda a prática da sala de aula.
5Na última aula do primeiro módulo, Bruna retoma os conceitos trazidos nas outras aulas e fecha propondo uma reflexão sobre a Avaliação Mediadora e como ela pode funcionar na escola.

Módulo 2

No segundo módulo do curso, Paula mostra como o texto do relatório está relacionado com a teoria trazida pela Bruna no primeiro módulo, pensando no interlocutor, nas características deste gênero textual e em como ele pode ficar bem gostoso de ler.

1Afinal, como o relatório pode ser inserido no processo de Avaliação Formativa? A partir desta questão, Paula fala sobre o texto do relatório, apresentando, por meio de conceitos e exemplos, maneiras possíveis de pensar na escrita de um relatório que esteja inserido no processo de avaliação trazido pela Bruna no módulo anterior.
2Pensando no relatório como parte de um processo de avaliação que é contínuo, Paula traz exemplos de relatórios da mesma criança, em diferentes semestres e, a partir da leitura, discute ideias para tornar estes textos coesos e coerentes.
3Nesta aula, Paula convida o professor Arnaldo Camargo para falar um pouco sobre a diferença entre os textos temáticos e figurativos e como o relatório, sendo um texto predominantemente temático, pode trazer também elementos do texto figurativo para ficar mais assertivo, sempre pensando nas famílias que os recebem.
4A partir dos conceitos de texto temático e figurativo propostos na aula anterior pelo professor Arnaldo, Paula traz exemplos de trechos de relatórios para mostrar como esses conceitos podem aparecer no texto, deixando-o mais gostoso de ler.
5Na última aula do Módulo 2, Paula traz preciosas dicas que podem ajudar bastante os professores e coordenadores na hora de escrever e revisar os relatórios.

As professoras do curso Relatórios escolares

Bruna Cardoso é pedagoga formada pela USP, psicopedagoga pelo Instituto Sedes Sapientiae e especialista em alfabetização pelo ISE Vera Cruz, curso sob coordenação da Profa. Dra. Telma Weisz. 

Autora do livro “Práticas de linguagem oral e escrita na Educação Infantil” – aprovado no PNBE do professor 2013. 

Trabalhou durante 12 anos em escola como professora e coordenadora pedagógica. É cofundadora do Ler o Mundo.

Paula Strano é pedagoga pela USP, especialista em formação de escritores e em alfabetização pelo ISE Vera Cruz, curso sob coordenação da Pra. Dra. Telma Weiz.

Trabalhou por 10 anos em escolas, como professora da Educação Infantil e turmas iniciais do ensino fundamental.

É cofundadora do Ler o Mundo. Também é escritora de literatura infantil e lançou recentemente seu livro Três Navios.

Dá o play e vem saber mais!

Seja uma professora que escreve bem, avalia bem e sabe o que está fazendo em sala de aula.