O pacto do bosque, de Gustavo Martín Garzo, ilustrado por Beatriz Martín Vidal, Editora Pulo do Gato

Como em muitas famílias, as crianças deste livro pedem para a mãe contar a mesma história todos os dias, antes de dormir: a história de coelhinhos que se perdem no mato e encontram uma loba que está cega e muito triste porque não vai conseguir cuidar dos filhotinhos que vão nascer. Essa história entra na vida das crianças e pode também entrar na sua, porque é linda e faz a gente pensar bastante sobre o que pode e o que não pode, num mundo de seres tão diferentes.

Ler mais

Quando as cores foram proibidas, de Monika Feth, ilustrado por Antony Boratynski, Editora Brinque Book

Imagine um país sem nenhuma cor… Pois era isso o que queria o novo presidente, um jovem ambicioso e malvado, que não se preocupava com as pessoas. Mandou acabar com todas as cores que pudessem existir e, com elas, foi embora a alegria do povo… mas ele não conseguia impedir o arco-íris de aparecer e ele trazia a esperança de tudo mudar.

Ler mais

A Bruxa Zelda e os 80 docinhos, de Eva Furnari, Editora Moderna

Em Piririca da Serra, o Professor Boris trabalhava em seus inventos quando recebeu uma carta de seu primo contando que havia encontrado o elixir da juventude inventado pelo avô dos dois, que estava perdido há muito tempo. Boris ficou animadíssimo, claro! E animada também ficou a Bruxa Zelda, que ficou sabendo de tudo e decidiu roubar a receita, que estava anotada num caderninho amarelo. Você deve estar se perguntando quando os 80 docinhos entram na história, não é? Pois não vou contar, só vou dizer que é tudo uma grande e divertida confusão!

Ler mais