No meio da noite escura tem um pé de maravilha! De Ricardo Azevedo, Editora Ática

O nosso último livro do desafio literário tinha que ser de Ricardo Azevedo, né gente?! Fizemos aqui até uma série especial só sobre a obra dele, somo FÃS mesmo! “No meio da noite escura tem um pé de maravilha” traz contos, mas não são contos quaisquer: “esses contos sempre falam de assuntos que interessam a todas as pessoas de qualquer idade. Heróis lutando para se conhecer melhor. Como todos nós. Desafios que o herói precisa enfrentar para conquistar seu objetivo. Como todos nós. Heróis que às vezes precisam encarar o acaso, o desconhecido, o inesperado, o incompreensível. Como todos nós. (…) Na verdade, ficamos emocionados e identificados com a coragem, a perseverança e a inteligência do herói do conto maravilhoso. Observando sua luta e os ardis que inventa para vencer seus desafios, aprendemos truques que podem nos ajudar a construir nossos próprios sonhos. Um desses truques, com certeza, é a esperança.” Às vezes a vida da gente parece que vira uma noite escura, mas eu tenho certeza que sempre é possível encontrar um pé de maravilha. Se não encontrar, plante um! O Ler o Mundo é nosso pezinho, que já cresceu um tanto e vai continuar por aqui, por aí, florescendo e dando frutos… Pra terminar, muito obrigada a todo mundo que acompanhou a gente nesta jornada!

Leia mais

Contos de Princesas, de Su Blackwell, Editora Wmf Martins Fontes

Em livro de “Contos de princesas”, que traz os contos bem tradicionais, recontados lindamente por Wendy Jones. Entretanto, contudo, porém… as ilustrações, meu deus!!! São fotografias (de Tim Clinch) de esculturas de papel INCRÍVEIS de Su Blackwell, que trazem uma atmosfera de magia tão diferente!!! Lindo demais!

Leia mais

O disfarce dos animais e Eu vi, de Fernando Vilela, Editora Brinque Book

A leitura pode ser considerada uma brincadeira? Claro que sim! Ainda mais com livros como os da coleção que lemos hoje! Que tal trocar aqueles livros-brinquedo barulhentos, com textos empobrecidos e imagens estereotipadas por belezuras como as de hoje, que acima de tudo, são literatura de verdade?
Lemos “Eu vi!” e “O disfarce dos animais”, ficou faltando “Onde eles estão?” de Fernando Vilela. A leitura é uma brincadeira gostosa de esconde-esconde e adivinhação, que envolve muito a imaginação! Além de tudo tem o abre e fecha das páginas, que cativa muito os pequenininhos, tudo isso com um texto simples, mas instigante, e ilustrações maravilhosas!

Leia mais

Pê de pai, de Isabel Minhós Martins, ilustrado por Bernardo P. Carvalho, Editora Sesi – SP

Atenção papais, um livro muito bacana sobre ser pai!

Leia mais

João do Pum, de Mário Prata, ilustrado por Caco Galhardo, Editora Companhia das Letrinhas

Este livro é sobre um moço que se chamava João do Pum. Aí você já pode imaginar como ele era, né? O maior punzento! Soltava pum o tempo todo, não conseguia parar… E isso acabou virando um problema, mas o que fazer para controlar essa situação?

Leia mais

Pai, quem inventou? De Ilan Brenman, ilustrado por Anna Laura Cantone, Editora Companhia das Letrinhas

Olhando lê uma história, você fica com vontade de saber quem inventou o livro? E quando escova os dentes, quer saber quem teve a brilhante ideia de inventar a escova de dentes?

Leia mais

Comilança, de Fernando Vilela, Editora Difusão Cultural do Livro

A vida dos animais na floresta não é fácil, não! Todos têm que se alimentar, não é? Mas já parou para pensar que muitos também podem ser os alimentos dos outros? É uma comilança danada!

Leia mais

Contos ortográficos, de Marilda Castanha, Editora Abacatte

Hífen, ponto, trema, acentos… Já pensou se esses fossem os personagens de um livro? Pois neste livro, Marilda Castranha traz histórias em que esses personagens se revoltam com a reforma ortográfica – que foi quando todos os países que falam a língua portuguesa decidiram usar as mesmas regras. O livro é muito divertido!

Leia mais

Nuno e as coisas incríveis, de André Neves, Editora Jujuba

Nuno faz desenhos e Nina escreve palavras. Cada um tem seu jeito de expressar o que está sentindo, mas Nina não concorda com isso – ela até rasgou o desenho de Nuno e deixou o menino muito chateado. E você, concorda?

Leia mais

Quando eu nasci, de Isabel Minhós Martins, ilustrado por Madalena Matoso, Editora Planeta Tangerina

Quando a gente nasce, nossas mãos não sabem o que fazer, nem nossos pés. Nossa boca não conhece o gosto dos alimentos, nossos ouvidos não sabem como são os sons da natureza. A gente passa a vida inteira conhecendo as coisas do mundo, não é?

Leia mais

O trem da amizade, de Wolfrang Slawski, Editora Brinque Book

Arthur vivia na estação de sua cidade, sempre esperando que alguém descesse do trem para lhe fazer uma visita. Mas ninguém descia. Então, um dia, resolveu comprar uma passagem e subir no trem – quem sabe ele não estivesse esperando na estação errada? Depois desse dia, muitas coisas aconteceram e a vida de Arthur mudou. Você acha que ele encontrou quem estava esperando?

Leia mais

A caminho de casa, de Sílvia Corrêa, ilustrado por Cárcamo, Edições de Janeiro

Esta é uma história sobre abandono. Sobre não ter casa. Sobre sofrer preconceito. É uma história que parece triste, mas que faz a gente pensar bastante na vida e no valor que as pessoas dão às próprias pessoas e aos animais. Ué, espera! O que os animais têm a ver com isso?

Leia mais